O que não falamos publicamente, mas que vivenciamos constantemente.