Mentores: ter ou não ter?!

Porque ter um bom mentor pode fazer toda a diferença no direcionamento da sua carreira ou empresa. E porque ter mentores pode também te confundir ainda mais!

Ao longo da minha jornada, pessoal e profissional, mentores tem sido parte essencial do meu desenvolvimento. Sem eles eu definitivamente não estaria onde estou, caminhando na trilha que faz sentido para mim e alcançando meus objetivos.

Ao mesmo tempo, tenho mentorado empresas e pessoas via abeLLha ou “via vida”.

Descobri, há um tempo, o quanto era importante para mim que minhas escolhas profissionais me levassem por caminhos nos quais eu pudesse aprender sempre, de maneira que tivesse mais conhecimento para passar pra frente (a Zum!, afinal, é um destes canais!).

Porém, me deparo muitas vezes com histórias de pessoas ou startups que são inundadas por mentores ou coaches que não trazem qualquer relevância e que acabam complicando a jornada.

Assim, achei que valia compartilhar aqui alguns pontos que considero essenciais na hora de escolher uma pessoa para pitacar na sua vida ou negócio.

Saber vem do fazer

Tenha clareza sobre o seu problema ou desafio e converse com alguém que já fez/solucionou o que você está vivenciando: conhecimento vem do fazer e não da teoria. Não adianta pegar a opinião de alguém que nunca tenha, efetivamente, executado a função ou solucionado o desafio que você enfrenta.

Valores

Não adianta encontrar alguém que tenha o conhecimento que você precisa, mas seus valores e estilo de trabalho são totalmente desalinhados. O conhecimento técnico é somente uma parte da solução. Como resolver uma determinada questão é igualmente importante ao saber funcional.

Visão a longo prazo

O mentor que quer se envolver com uma empresa ou pessoa está focado no longo prazo. Eu desconfio de gente que vem com fórmulas mágicas e acha que as coisas podem se resolver na superfície. Para mim, um bom mentor está envolvido com profundidade e constância para ajudar a pessoa ou empreendedor. Isso não quer dizer que não valha acessar gente com conhecimento específico para determinadas decisões momentâneas, mas no caso de um acompanhamento contínuo, a profundidade é essencial.


A abeLLha foi criada pautada neste modelo. Um grupo de especialistas, que atuam no mercado, auxiliando empreendedores com uma cadência quinzenal.

Nosso trabalho é profundo, técnico e com um modelo de negócio que visa o longo prazo. Antes do empreendedor entregar qualquer valor pra gente (equity ou cash), a gente gera valor e relevância.

Para muitos deles, principalmente os de começo de jornada, que estão entendendo como seu MVP funciona no mercado, o nosso trabalho e da nossa rede incrível de mentores é apoiar pro-bono. Se o trabalho e a empresa evoluem e escalam, cada mentor pode negociar equity diretamente com a empresa, investir trabalho ou dinheiro e iniciar a criação da sua carteira de investidas.